Header

KANYE WEST, lança seu 1° álbum cristão ”Jesus is King”.

Want create site? With Free visual composer you can do it easy.

“Todos queriam o ‘Yandhi’, até que Jesus fez a limpeza.” O verso cantado por Kanye West em “Selah”, faixa de “Jesus Is King”, seu novo álbum, é uma síntese do que aconteceu no último ano na vida do rapper. Esperava-se ele sucedesse “Ye” com “Yandhi”, projeto cujo título mistura seu apelido com o nome do ativista indiano. Mas não. Inspirado por sua série de “cultos de domingo” o artista diz ter se convertido logo após a apresentação do festival de Coachella, em abril deste ano. A transformação espiritual mudou o rumo das gravações, que já aconteciam perto de Cody, cidade no estado americano de Wyoming.

“Eu senti que, de repente, nós tínhamos uma missão. Não estávamos ali só para tirar o melhor som e fazer a melhor gravação, ou qualquer outro pensamento que nós tivéssemos antes. A partir daquele momento (da conversão de Kanye), a nossa missão mudou. O nosso pensamento passou a ser: ‘Nós temos que fazer isso para Deus. Nós temos que fazer isso para que o mundo saiba sobre Jesus Cristo.’ Isso é uma mudança enorme”, conta Federico Vindver, produtor de “Jesus Is King”, em entrevista pelo telefone dada ao Reverb na última segunda-feira (28). O projeto gospel foi a primeira vez em que ele trabalhou com Kanye. Argentino de Buenos Aires, o músico chegou até Ye por intermédio do produtor Timbaland, com quem divide a parceria na maioria das faixas de “Jesus”. A afinidade artística e espiritual com Mr. West foi fundamental para que ele fosse creditado como autor e produtor em dez das 11 músicas do álbum.

Se um dia teremos “Yandhi”? A julgar pela opinião de Fede, não. Para o produtor, dificilmente Kanye voltará a produzir músicas próprias que tenham cunho “secular” — ou seja, sem temática cristã. “Absolutamente não. Eu acho que ele não vai voltar a fazer música secular nunca mais”, decreta o músico, que também trabalhou no próximo álbum do Coldplay, “Everyday Life”, que será lançado no fim de novembro.

A produção de “Jesus Is King” levou Fede e outras “30 ou 40 pessoas”, segundo ele, a passar a maior parte dos últimos meses em Wyoming, afastadas de suas vidas cotidianas. Ele prefere não comentar sobre se Kanye teria de fato pedido que ninguém mantivesse relações sexuais fora do casamento durante a produção, mas admite que o começo do isolamento foi complicado. “Foi difícil entender o porquê de estarmos fazendo tudo dessa forma, mas depois eu entendi. Todos nós fomos separados de nossas distrações comuns do dia a dia e fomos colocados em um ambiente em que a única coisa que nós poderíamos fazer seria criar esse tipo de música”, diz. Por conta do trabalho, o produtor, que acaba de se tornar pai pela primeira vez, acabou ficando longe da mulher, a atriz americana Tye Myers, durante quase todo o período da gestação. Um esforço que, para ele, teve um propósito. “Isso tudo foi o acontecimento de uma vida e o trabalho mais importante que fiz profissionalmente até hoje”, decreta.

FONTE: REVERB

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Veja também

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1